A história do Seminário Missionário Bom Jesus remonta ao século 19, mais precisamente ao ato de lançamento e bênção da “Pedra Fundamental”, em 6 de agosto de 1894, pelo então Arcebispo de São Paulo, Dom Lino Deodato Rodrigues de Carvalho. A pedra foi colocada no futuro altar-mor da capela do colégio, destinado aos jovens que aspirassem ao estudo eclesiástico. O Seminário Bom Jesus – Colegião, como é conhecido – é projeto do engenheiro e arquiteto paulista Dr. Francisco Carlos da Silva, diplomado na França. Segundo alguns, ele se inspirou no Palácio de Versalhes. O edifício foi concluído ao longo dos anos com modificações, mas externamente manteve a concepção original do arquiteto. Para a construção do prédio, foi montada uma olaria própria, fabricaram os tijolos enormes e requeimados, que estão até hoje desafiando as intempéries. Em cada tijolo está a marca: NSA (Nossa Senhora Aparecida). Em 1919, uma parte do edifício foi destinada a obras de caridade por Dom Duarte Leopoldo e Silva, então Arcebispo de São Paulo, instalando ali o asilo Nossa Senhora Aparecida, confiado às Irmãzinhas da Imaculada Conceição. No ano de 1923, entre os dias 10 e 20 de agosto, e em setembro de 1934, esteve por um breve período, visitando o asilo, Madre Paulina, a primeira santa do Brasil, canonizada pelo Papa João Paulo II. A visita da Madre Paulina está documentada numa foto sua, em frente ao Seminário. Em 1932, por ocasião da Revolução Constitucionalista, tropas do exército acamparam no terreno do Seminário Bom Jesus. De 1929 a 1952 o prédio recebeu os seminaristas do Seminário Redentorista Santo Afonso. Em virtude de sua localização e tamanho o prédio foi cedido ao Seminário Maior e Menor da Arquidiocese de São Paulo no período de 1952 a 1964. Em 1996, o prédio foi ocupado pelo Seminário Maior da Arquidiocese de Aparecida. No mesmo ano, foi feita a transferência da Cúria Metropolitana para o andar térreo. Papa João Paulo II – Em 04 de julho de 1980, o saudoso Papa João Paulo II, em sua primeira visita apostólica ao Brasil, esteve em Aparecida para sagrar a Basílica Nacional com o título de Basílica Menor. Na ocasião, o Seminário Bom Jesus teve a honra de receber Sua Santidade para um almoço com os seminaristas e padres da Arquidiocese, e hospedá-lo, por uma tarde, no mesmo quarto em que se hospedou o Papa Bento XVI, em visita a Aparecida em 2007. Papa Bento XVI – Para receber o Papa Bento XVI, que visitou Aparecida por ocasião da V Conferência Geral dos Bispos da América Latina e do Caribe, o prédio Seminário passou por uma profunda reforma. A obra foi custeada por meio de doações de benfeitores, empresários brasileiros e entidades de ajuda da Igreja na Europa. Uma pequenina capela e uma suíte de 50 m2, com cores claras e muita simplicidade, receberam o Papa Bento XVI. Os móveis e um tapete sisal foram produzidos pelos alunos do SENAI, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Ao chegar ao Seminário, Bento XVI abençoou o prédio, assinou o livro de ouro e inaugurou os bustos dos dois Papas que passaram pelo local. 2ª Etapa das obras – No dia 06 de agosto de 2010 foi inaugurada a ala destinada ao seminaristas da arquidiocese de Aparecida no Seminário Missionário Bom Jesus. O retorno foi marcado por uma celebração Eucarística, presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri. A missa foi concelebrada por Dom Raymundo Damasceno Assis, bispos da sub-região de Aparecida e outros bispos convidados. Também estiveram presentes os padres da diocese, religiosas, religiosos, autoridades civis e militares. Na oportunidade, foi lançado o Livro Álbum dos 50 anos da arquidiocese e inaugurada a exposição sobre a história do Seminário Missionário Bom Jesus. Os seminaristas da arquidiocese estavam hospedados na Fazenda Santana, também em Aparecida, desde 2006, quando foi realizada a 1ª parte da obras de revitalização para receber o Papa Bento XVI, que esteve em Aparecida por ocasião da V Conferência Geral dos Bispos da América Latina e do Caribe. 3ª Etapa das Obras – Na 3ª etapa foi realizada a conclusão da revitalização do Seminário Missionário Bom Jesus. Nesse estágio, foram terminados os 74 apartamentos da Pousada Bom Jesus, que funciona em algumas alas do seminário. Aberto a Visitação O Seminário Missionário Bom Jesus está aberto à visitação de todos que queiram conhecer suas instalações. O quarto que recebeu os Papas João Paulo II e Bento XVI, a capela e o refeitório usados pelo atual Pontífice também podem ser visitados, além do nosso museu. As visitas podem ser feitas durante a semana, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h, com exceção da terça-feira quando é feita a manutenção. Nos finais de semana e feriados, o horário para o público é das 8h às 12h e das 14h às 17h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *